Empresas chinesas que os brasileiros adoram

As empresas chinesas fazem cada vez mais parte do dia a dia dos brasileiros. Nas últimas décadas, o mercado chinês tem abertura ao comércio exterior cada vez mais. Além disso, os investimentos internacionais estão cada vez mais frequentes. O governo do país tem investido cada vez mais no aumento da produtividade e modernização da infraestrutura.

Ou seja, a produção de produtos chineses cresce cada vez mais e o mercado segue muito otimista! O crescimento econômico é super estável e portanto hoje em dia abriga algumas das empresas mais valiosas do mundo!

Nos últimos anos os brasileiros aprenderam que compras internacionais podem compensar bem mais. Algumas podem demorar um pouco mais para o prazo de envio, porém não é uma regra. É fácil encontrar relatos na internet de pessoas que recebem entregas internacionais antes que compras em território nacional.

 

Ali Express

Uma das empresas mais famosas no dia a dia do povo brasileiro é o Ali Express!

A empresa faz parte do Alibaba Group. Essa marca é conhecida como a “Amazon da China”, pois trata-se de uma das maiores empresas de e-commerce do mundo. Hoje em dia chega ao valor de mercado em US$ 577,5 bilhões. Aproximadamente 90% dos lucros do Alibaba são referentes às vendas digitais. A marca contempla diversas modalidades de vendas como B2B (business to business), B2C (business to consumer) e C2C (consumer to consumer).

Em 2014 a empresa chinesa chegou US$ 25 bilhões na estreia na Bolsa de Nova York (NYSE). Logo depois, em 2018, a marca quebrou o recorde global de vendas em 24 horas, arrecadando mais de US$ 30 bilhões.

Além das vendas, o Alibaba Group (ou Aliexpress) também tem serviços de computação em nuvem, pagamentos digitais, sistemas de inteligência artificial e muito mais. Por fim, além de preços mais em conta, as entregas estão cada vez mais rápidas.

Mais recentemente a marca também abriu espaço para que comerciantes brasileiros pudessem fazer parte da plataforma de marketplace. Além disso, vários vendedores (brasileiros ou não) oferecem frete grátis nos produtos. Vale a pena economizar!

 

 

Shein

Outra queridinha entre o povo brasileiro é a Shein. Antes de mais nada, a marca gera muita dúvida sobre a pronúncia. Alguns falam “shê-in”, enquanto outros “chin”. Ainda existem algumas pessoas que pronunciam como “cháin”.

Portanto em resposta a tantas dúvidas a própria marca explicou que a pronúncia correta é “shê – in”. A ideia é trazer a pronúncia de She (“Ela”, em inglês) e In (“por dentro”, em inglês). Então agora você já sabe como falar corretamente o nome da famosa Shein. Isso faz todo o sentido considerando a proposta de aproximar-se da Geração Z, que é cada vez mais conectada.

Além de vender roupas com preço acessível, essa é uma das marcas chinesas que também vende diversos objetos de decoração, acessórios, eletrônicos e muitas outras opções. A Shein está principalmente na Europa, América, Australia e no Médio Oriente, assim que muitos mais outros. Além disso, existem várias promoções que os clientes podem aproveitar para não pagar frete.

Um diferencial da Shein é seu programa de afiliados, no qual os participantes que promovem a marca em redes sociais recebem comissões por cliques gerados e compras finalizadas. Os ganhos são de aproximadamente de 10 a 20% no preço de cada venda.

 

 

 

Pinduoduo

Outra opção para quem gosta de compras online é a Pinduoduo. O nome dessa marca chinesa vem de pin (juntos) e duo (muito). Basicamente significa algo como “unindo muitas pessoas”. Resumidamente os usuários podem comprar produtos juntos para ganhar benefícios e descontos consideráveis. Ou seja, você pode comprar produtos com até 90% de desconto!

Com só cinco anos de idade, essa é uma das empresas chinesas que mais ganhou destaque nos últimos anos. Ela ultrapassou o Alibaba em número de usuários ativos, alcançando 789 milhões de pessoas que compraram no site em 12 meses.

O principal diferencial da Pinduoduo está na experiência dos usuários ao que explorar as redes sociais como ferramenta de precificação. Inicialmente logo na primeira página, cada usuário é recebido por “feed de produtos”. Portanto a navegação fica mais próxima do Instagram e do TikTok do que com um e-commerce tradicional. As ofertas têm pouco tempo para seres concretizadas, o que fazem com que os usuários caiam no gatilho de urgência.

 

LEIA MAIS: 3 gatilhos mentais que te fazem vender mais
LEIA MAIS: Consultoria de Inbound Marketing: qual sua importância?

 

Deal Extreme

Se você procura por componentes elétricos e eletrônicos, o Deal Extreme pode te ajudar! Mas esse marketplace também possui outras categorias, como iluminação, saúde, beleza e esportes. Existem vários produtos por 1 ou 2 dólares. Assim como nas concorrentes, vários vendedores também oferecem frete grátis em seus produtos. Alguns vendedores não possuem frete gratuito, mas pode compensar muito pelo preço final das compras em atacado.

 

Shopee

Shopee é uma plataforma de comércio eletrônico de origem asiática, que chegou recentemente no Brasil. Assim como outros marketplaces, ela permite que vendedores se cadastrem no canal de vendas para comercializar os seus produtos.

A empresa, fundada em 2015, chegou ao Brasil em 2019 para disputar mercado com AliExpress e outras concorrentes chinesas. A Shopee já tem mais de 200 milhões de downloads do app ao redor do mundo, além de sete sedes da empresa na Ásia.

Atualmente, o site oficial e o aplicativo abrem espaço para pequenos e médios empreendedores de todo mundo, exporem seus produtos na vitrine virtual. Os consumidores já entraram na onda da plataforma e hoje temos relatos de pessoas que passam horas comprando produtos em todo o mundo.

Shopee
Shopee – Imagem/Divulgação

 

Fonte 1 | 2 | 3

 

Quer saber sobre o mundo dos negócios?

Então siga o WorkStars nas redes sociais Twitter | LinkedIn | Instagram | Youtube | B2B para Startups

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também