O que é podcast? Saiba tudo sobre esse formato | Arte pode Moacir Alves

O que é podcast? Saiba tudo sobre esse formato

Mas o que é podcast? É um modelo de conteúdo digital em áudio e que está em alta no momento. Para se ter uma ideia, o Brasil ocupa o 3° lugar entre os países que mais consomem podcasts, ficando atrás apenas da Irlanda e Suécia. Ao todo, são mais de 30 milhões de ouvintes brasileiros, segundo um estudo realizado pela cupomvalido.com.br, com dados do IBGE e Statisa.

Mas por que todo esse hype em cima desse formato? Pois, além de oferecer conteúdos diversificados sob demanda, existe a facilidade de consumo via aplicativos de streaming. Além disso, esse modelo permite que as pessoas possam voltar ou avançar os episódios, diferentemente dos tradicionais programas de rádios. 

Atualmente, várias empresas vêm apostando na criação de podcasts como uma estratégia de marketing de conteúdo, seja para divulgar o produto da corporação em si, ou mais como uma forma de branding. No entanto, uma coisa é certa! O podcast é a ferramenta perfeita para as áreas de comunicação e marketing de empresas. 

Aliás, a Workstar possui dois programas nesse formato: o Sport drops, podcast voltado ao nicho de esportes, e o W2B Cast, que é focado em tecnologia e negócios. Além disso, tem parceria com o dois empregos, podcast de humor sobre histórias do trabalho. 

 

 

Sem mais delongas, vamos conhecer mais dessa nova ferramenta que virou febre no mundo todo. Boa leitura!

 

O que é um podcast? 

Conforme dito no começo, é um conteúdo em áudio que é consumido via plataformas de streaming. O podcast pode ter vários temas, modelos, durações e ainda possibilita o próprio ouvinte escolher a minutagem que quer. 

Quando acessamos plataformas como Spotify, podemos encontrar podcasts de educação, esportes, fofocas, notícias e outros. Essa vasta diversidade de programas se dá justamente pelo o formato oferecer conteúdo sob demanda; 

Mas por onde eu posso escutar? 

Existem várias plataformas para escutar podcast e a maioria é compatível com smartphones e computadores. Um ponto positivo é que o consumo de internet é baixo comparado a outros formatos. 

As principais plataformas são Spotify e Deezer, mas existem outros como o Google Podcast, Overcast, Pocket Cast e WeCast.

 

Como montar um podcast? 

A princípio, pode parecer algo que demanda bastante investimento. Mas se eu te contar que é o oposto? 

Logicamente, os podcasts mais famosos da rede são bem estruturados e possuem uma grande produção por trás. No entanto, não pense que isso seja obrigatório. Para começar, você precisará ter apenas algum aparelho que faça gravação de voz (smartphones, computadores e outros) e uma noção básica de edição de áudio. 

Tem o aparelho e sabe o básico de edição? Então você já deu seu primeiro passo para a criação do seu podcast. Após isso, como em todas as ocasiões da vida, vem a parte da pesquisa. Isso quer dizer que chegou a hora de buscar o perfil de público que você quer e o conteúdo que irá prover. 

No fim, depois de todo levantamento de informações, começa a estruturar os episódios de seu podcast. Monte roteiros, busque por possíveis convidados, divulgue pelas redes sociais e, por fim, faça a gravação. Aliás, não se esqueça de fazer a captação de áudio em um ambiente silencioso. 

Uma dica boa para isolamento é, no momento da gravação, se cobrir com um edredom. Apesar de não ser o ideal, já dá uma boa diminuída nos ruídos externos e assim seus áudios ficam com o som mais limpo.

Confira as dicas que rolaram no W2B Cast sobre como ter um podcast de sucesso:

 

Leia também: 5 plataformas para você lançar um podcast

 

Leia também: Áudio SEO: aprenda como melhorar o ranking do seu podcast

 

Videocast x podcast: qual a diferença entre os dois? 

Com toda certeza você já deve ter ouvido falar sobre videocast. Aliás, tem um nome bem parecido com o podcast, não é mesmo? Mas qual a real diferença entre eles? 

Em suma, o videocast é um podcast, só que com a parte visual. Ou seja, eles compartilham a mesma característica de ser um conteúdo sob demanda, possuir vários temas e estilos. Para ser bem sincero, a única diferença entre os dois é que o videocast pode ser feito ao vivo e no formato de mesacast.  

Além disso, o áudio do videocast pode ou não ser compartilhado nas plataformas de streaming. Um exemplo é o próprio W2B Cast. Ele é o videocast da Workstars, mas com o áudio distribuído para Spotify, Amazon Music e Podcasts (Apple). 

 

Quer saber mais sobre o mundo dos negócios?

Então siga o WorkStars nas redes sociais Twitter | LinkedIn | Instagram | Youtube | B2B para Startups

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também