OnlyFans - Reprodução

OnlyFans vai banir conteúdo pornográfico à partir de outubro

Na última quinta-feira (19), houve um alvoroço nas redes sociais após o anúncio de que o OnlyFans proibirá a veiculação de conteúdo sexual explícito a partir de outubro de 2021. A informação veio a público por meio de uma reportagem do site Bloomberg na qual se lê uma nota da plataforma confirmando a mudança.

Em comunicado a empresa informou que serão banidos apenas “conteúdos contendo conduta sexualmente explícita”, e complementou dizendo que sua decisão foi conduzida com o objetivo de construir uma plataforma sustentável para o longo prazo “Essas mudanças são para atender às solicitações de nossos parceiros bancários e provedores de pagamentos”.

Apesar de não ter este como seu único propósito, o OnlyFans ficou conhecido por permitir que pessoas publicassem conteúdo erótico autoral para assinantes pagos e acabou virando sinônimo de local para comercialização de conteúdos sensuais.

Leia mais: O fim dos Fleets e o sumiço do IGTV | Mudanças nas Redes Sociais

Mas afinal o que é o OnlyFans?

Trata-se de uma rede social como Twitter ou Instagram, onde qualquer pessoa pode postar fotos, vídeos e textos, trocar mensagens privadas e até usufruir de um recurso estilo Stories. Mas o OnlyFans tem como diferencial a possibilidade de liberar o acesso a certos conteúdos apenas para quem pagou.

Segundo a rede são distribuídos R$ 27 bilhões por ano para mais de 1,5 milhão de criadores todos os anos. Tendo como missão “permitir que eles [artistas e criadores] monetizem seu conteúdo à medida em que desenvolvem relações autênticas com sua base de fãs”.

Apesar de ser ou não o propósito do OnlyFans, a plataforma se popularizou como um espaço onde pessoas podem ganhar dinheiro explorando sua própria sexualidade. Porém, com este novo ajuste na política de uso a rede pode perder seus usuários e prejudicar os criadores de conteúdo.

Quem ganha com essa mudança?

Não custa lembrar, que tudo isso acontece dias após a rede anunciar a criação de um app para celular do OnlyFans que não vai veicular conteúdo erótico, o que reforça as suspeitas de que, de fato, a proibição vem aí.

Com as novidades o mercado de conteúdo adulto autoral e pago na web entra em alerta, e pode gerar ganhos diretos e indiretos para alguns concorrentes do OnlyFans, como sua rival brasileira Privacy ou até mesmo o Twitter, com o Super Follow que permitirá publicações exclusivas para pagantes.

É provável que nas próximas semanas sejam divulgadas novidades do serviço. Fiquem de olho!!

Como vai ficar a plataforma? O que o site se tornou?

Segunda a notificação do OnlyFans, “A nova política vai proibir a postagem de qualquer novo conteúdo com conduta sexualmente explícita”, e complementa dizendo que “Conteúdo contendo nudez continuará permitido desde que em concordância com a política”.

Os conteúdos que não atendem às novas diretrizes deverão ser removidos pelos usuários antes de 1º de dezembro de 2021.

Fonte 2

 

Quer saber mais dicas sobre o mundo dos negócios?
Então siga o WorkStars nas redes sociais LinkdIn | Instagram | Youtube | B2B para Startups

Texto de Karen Amanda Correia
LinkdIn | Instagram

 

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também