Streaming de música / Freestocks

Streaming de música: confira os preços e diferenciais de cada um

Foi-se o tempo em que precisávamos baixar músicas para o celular. A forma como consumimos música mudou, então acompanhar lançamentos de singles e álbuns tornou-se tarefa fácil. Atualmente, existem diversos serviços de streaming de música, mas dentre tantas opções, funcionalidades e preços, qual escolher? Selecionamos os principais do mercado para você decidir qual assinar.

 

Qual o melhor streaming de música? 

Confira as principais plataformas de música e o que cada uma delas oferecem:

Confira as descrições abaixo também.

 

Spotify

Spotify / spotify.com
Spotify / spotify.com

 

Sobretudo uma das principais plataformas no segmento de streaming de música, o Spotify conta com mais de 365 milhões de usuários atualmente. O pioneiro, possui uma vasta biblioteca com diversos gêneros musicais e línguas variadas. Com mais de 70 milhões de músicas, além de podcasts exclusivos da plataforma e playlists personalizadas. 

No Spotify você consegue criar playlists, acompanhar a letra da música enquanto ouve como se fosse um karaokê e compartilhar suas faixas favoritas nas redes sociais. Além disso, você consegue seguir seus amigos e acompanhar em tempo real o que eles estão ouvindo. A princípio, um diferencial do aplicativo é que ele monta semanalmente playlists exclusivas para o usuário baseado no que ele ouve. Você ainda pode fazer downloads das faixas para ouvir em modo offline.  

O streaming de música possui quatro opções de preços, confira abaixo:

 

Tabela de preços Spotify / spotify.com
Tabela de preços Spotify / spotify.com

 

O Spotify também possui a versão grátis. Porém, os serviços são limitados, e você não consegue pular as faixas nem os anúncios entre elas. 

 

Deezer

Deezer logo / deezer.com
Deezer logo / deezer.com

 

Com cerca de 60 milhões de músicas, o Deezer disponibiliza ao usuário mais de 30 web rádios temáticas. Além disso, um diferencial do aplicativo é que ele oferece a opção “fade” . Dessa forma, ao final de cada faixa o volume da música começa a diminuir, trazendo um efeito menor de interrupção ao mudar as faixas. 

No Deezer você também consegue fazer downloads das músicas e ouvi-las offline, além de acompanhar seus amigos e ver o que eles escutam. O aplicativo ainda possui a opção gratuita que permite ao público acessar listas de músicas, mas sem a opção de escolher faixas específicas e a reprodução acontece em modo aleatório.

A plataforma possui os seguintes planos pagos: 

  • Deezer Premium: possibilidade de baixar músicas para ouvir offline, pular faixas ilimitadas, exclusivo para uma conta só. Valor: R$ 16,90 mensais;
  • Deezer Family: você encontra neste pacote as mesmas coisas vistas no anterior, contudo, é possível vincular até seis contas e existe também perfil exclusivo para crianças. Valor: R$ 26,90 mensais;
  • Deezer HiFi: neste pacote, além de usufruir das vantagens como ouvir músicas offline e pular faixas ilimitadamente, você ainda tem acesso à melhor qualidade possível da plataforma: o FLAC. Se a música estiver disponível neste formato, é possível ouvi-la numa qualidade além das mais comuns, algo que algumas pessoas podem fazer questão de possuir. Valor: R$ 26,90 mensais.

 

Apple Music

Apple Music / Divulgação
Apple Music / Divulgação

 

O serviço de streaming de música da Apple está disponível no iTunes e em outros dispositivos da Apple, mas usuários do Android e do Windows também podem acessá-la. A plataforma conta com mais de 75 milhões de músicas, além de playlists feitas sob curadoria.  Além disso, possui estações de rádio comandadas por artistas, além de conteúdos exclusivos como shows, por exemplo.

Da mesma forma é possível acessar o streaming pelo Apple Watch e no carro pelo CarPlay. Para quem quer testar a plataforma, vale a pena fazer o teste gratuito de 3 meses, mas após esse período será cobrado e você precisará assinar um plano, entres eles estão: plano universitário por R$8,50; R$16,90 no plano individual e R$24,90 no plano família.

Porém, diferente dos demais, o aplicativo não permite ouvir as músicas sem a assinatura.

 

YouTube Music

YouTube Music / Divulgação
YouTube Music / Divulgação

 

Mais uma opção de streaming de música é o  YouTube Music. Na plataforma você escuta suas músicas favoritas sem a exibição de clipes e com a possibilidade de sair da tela principal sem a paralisação da música, diferente da plataforma Youtube de vídeos. 

Aqui você também consegue fazer downloads de músicas para ouvir offline, mas é necessário se reconectar à internet pelo menos uma vez a cada 30 dias para manter essas faixas. Além disso, não há anúncios para assinantes. 

É possível usar o YouTube Music de graça, mas você não consegue fazer downloads sem pagar a mensalidade, por exemplo. Outro ponto na versão gratuita é que possui anúncios e não permite ouvir as músicas no segundo plano ou com a tela desligada. Então, confira os preços: R$8,50 no plano universitário; R$16,90 no plano individual e R$25,50 no plano família para até 5 membros.

 

Amazon Music

Amazon Music / Divulgação
Amazon Music / Divulgação

 

Fechamos a nossa lista de opções de streaming de música com o Amazon Music. A plataforma assim como o Spotify, conta com mais de 70 milhões de músicas, playlists personalizadas em diversos gêneros. 

A Amazon Music conta com plano gratuito da mesma forma que os demais, sem a necessidade de cadastro de cartão de crédito, basta apenas criar um login. Contudo, os novos assinantes ganham um mês grátis para teste em qualquer um dos três planos que são:

  • Plano Echo: está disponível apenas para dispositivos Amazon Echo e custa R$6,90 por mês;
  • Plano individual: disponível para um assinante. Custa R$16,90 por mês; 
  • Plano Família: para até 6 pessoas da mesma família, o plano custa R$25,90 por mês.

Curtiu descobrir mais sobre as principais plataformas de streaming de música? 

 

Quer saber sobre o mundo dos negócios?
Então siga o WorkStars nas redes sociais LinkdIn | Instagram | Youtube | B2B para Startups

 

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também