Programa de afiliados - Pixabay

Como criar programa de afiliados com influenciadores

Muitas empresas pensam em alternativas para venderem mais e tenho visto uma tendência de programa de afiliados com influenciadores em diversos mercados, por isso, resolvi fazer um passo a passo de como sua marca como ser mais vista e claro, pode faturar mais.

Tecnologia:

Sim, para fazer qualquer programa de afiliados você vai precisar de um sistema, mas vou te ajudar: pois muitos das plataformas de e-commerce já vem com a função de promocode, que você pode gerar um individual para cada influenciador usar e todos poderem analisar as conversões.

Se a empresa não tem essa função, temos a forma de CPC (custo por clique) que você pagará o influenciado não pela conversão mas sim, pelos cliques. Dessa forma você pode usar o recurso bit.ly (criar um para cada) e mensalmente fazer o pagamento por clique. O legal do bit.ly é que você consegue ver de onde vem os cliques, o que te dará mais segurança na hora de verificar as condições com o gerador(a) de conteúdo.

A última opção, seria você buscar no mercado alguma plataforma que já faz isso, eles criam um link especial para o influenciador que por sua vez, irá espalhar em suas redes tentando a conversão. Existem algumas: Lemonate, Appolo Up entre outras.

Programa de afiliados com Influenciadores

Bom, essa parte é bem mais chata pois você precisa achar os influenciadores um por um! Ir direto à uma agência , sem ter um valor fixo, será muito difícil conseguir fechar algum acordo legal, mas se tem sim como fazer um valor + performance, torna mais interessante para esses agenciadores (em alguns casos eim, é preciso negociar bem e ter algum diferencial competitivo para que os influs possam vender).

As outras formas, são mega manuais, mas também funcionam:

Abordar via direct no instagram – você pode achar essas pessoas seguindo plataforma de influenciadores como Squid, xxxx e xxxx – A maioria das pessoas que seguem esses perfis são ou querem ser digital influencers. Direct resumido em no máximo 1 parágrafo explicando como funciona o seu Programa de Afiliado para influenciadores.

Exemplo GLED:

” Gostaria de te convidar para fazer parte do nosso programa de afiliados. Basicamente você ganha uma loja própria da GLED, contendo os cursos Gled English e Gled Kids, para compartilhar e divulgar como quiser. Cada aluno que se matricular através da sua loja, você fica com 20% da mensalidade, enquanto o aluno continuar na plataforma.
Além de ganhar acesso ao nosso curso! Mas como você já fala fluente, pode presentear alguém! “

Procurar grupos no Facebook ou Whatsapp que possuam microinfluenciadores lá, sim, os maiores que fazem esse tipo de campanha normalmente são os “no family friends” que acabam não conseguindo monetizar seus conteúdos com publi ou ads, então eles partem para afiliados e comissões de produtos de uma forma geral.

Ativação dos influenciadores

Bom, algumas dessas pessoas responderão o direct com interesse ou tirando dúvidas. Minha sugestão é um horário semanal para apresentar seu produto e já tentar converter esses interessados. Gostamos de assinar contrato, mas você pode achar esse modelo pronto, nas plataformas que já oferecem todo o suporte.

No meu caso, quando iniciei o programa de afiliados da GLED, fiz um formulário para ver o perfil dos interessados e poder entrar em contato com eles, assim, eles recebem um convite para a live e entram mais no processo de iniciar algo com a marca.

Terminou a reunião, já cria um grupo, cria os links, manda um manual da marca, dicas legais para converter em vendas (você pode usar alguns e-books de grandes paginas de infoprodutos; usamos um pouco da Hotmart).
Depois disso, é criar uma dinâmica semanal, novas reuniões e claro, uma newsletter com promoções diferentes mês a mês dando assim sempre novas ferramentas para seu afiliado.

Mas cuidado: não é porque você convenceu 5 pessoas que elas irão vender, quando não tem dinheiro envolvido, as pessoas costumam a desanimar muito tempo e é por isso que precisamos criar novas ativações, gamificação, materiais para sempre manter a galera animada.

E a sua empresa, será que vale a pena investir nessa vertical para vender mais?

 

Quer saber mais dicas sobre o mundo dos negócios?
Então siga o WorkStars nas redes sociais LinkdIn | Instagram | Youtube | B2B para Startups

Texto de Talita Lombardi
LinkdIn | Instagram | Saiba Mais

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também