Assistentes virtuais - Divulgação/Magazine Luiza, Casas Bahia e Natura

Por que investir nos assistentes virtuais? Confira!

As assistentes virtuais são um fenômeno que chegou para ficar, e as marcas estão aproveitando essa tendência muito bem. A ferramenta permite uma conexão mais humana das marcas com os consumidores, uma vez que as assistentes simulam pessoas reais e respondem facilmente aos questionamentos dos usuários. 

Marcas como Magazine Luiza, Natura, Amazon e Samsung investiram nessa tendência logo quando ela começou a estourar no meio de Marketing Digital.  Confira nesse mais mais informações sobre elas e por que investir nessa estratégia.

Confira aqui o vídeo sobre os assistentes virtuais:

O que faz uma assistente virtual?

Em 2020, o Brasil registrou um crescimento de 47% no uso de serviços ou produtos com assistentes virtuais por voz.  

A expectativa é que esse número aumente no Brasil e no mundo. Estima-se que, nos próximos anos, mais de 300 milhões de pessoas ao redor do mundo estejam fazendo uso dessa ferramenta.  

É aí que entra o poder das assistentes virtuais. Elas funcionam como uma ajuda direta, fácil e ágil para os clientes que entram em contato com as empresas pelos canais de comunicação.  

As funções das assistentes virtuais são basicamente responder os questionamentos mais frequentes dos clientes e facilitar a comunicação entre marca e consumidor, uma vez que o tempo de resposta é mais rápido. Além disso, as assistentes virtuais também servem como um cartão de visita da empresa nas redes sociais.

 

Por que investir em um assistente virtual de marca

 

Comunicação aprimorada

Uma das principais razões para a criação de uma personagem é humanizar a marca. Para isso, é preciso despertar as sensações de empatia, confiança e amizade.

Utilizados de maneira coerente, os assistentes virtuais ajudam a chamar atenção do comprador e aprimorar a comunicação da marca e do produto. Desse modo, cria-se um vínculo entre a empresa e os clientes.

Memória e reconhecimento

Muitas pessoas são movidas por estímulos visuais. Nosso cérebro pode perceber e memorizar mais rápido imagens do que em um texto escrito. 

No caso dos mascotes, capturamos a figura e reconhecemos facilmente suas formas, cores, vozes e personalidades graças a associações feitas por cada indivíduo.

Apelo emocional 

Embora acreditemos que a lógica e o senso comum governam nossas ações, grande parte do processo de tomada de decisão depende de apelo emocional.

O assistente pode fornecer gatilhos emocionais e feedback positivos. Seu objetivo é criar um vínculo afetivo capaz de despertar maior interesse, curiosidade e empatia por parte do público alvo.

Potencial de viralização

Na internet, os assistentes virtuais podem ser usados como um viral, ou seja,  geram repercussão e compartilhamento através dos conteúdos. 

Nesse caso, o personagem se torna tão popular que os próprios usuários espalharem pelas redes sociais, criando versões, paródias, discussões, memes e similares. 

 

Exemplos de assistentes virtuais

  • Lu do Magazine Luiza
Assistente Lu do Magazine Luiza - Foto: Divulgação
Assistente Lu do Magazine Luiza – Foto: Divulgação

 

  • Nat da Natura
Assistente Nat da Natura - Foto: Reprodução/Twitter
Assistente Nat da Natura – Foto: Reprodução/Twitter

 

  • Baianinho das Casas Bahia
Assistente Baianinho das Casas Bahia - Foto: Divulgação
Assistente Baianinho das Casas Bahia – Foto: Divulgação

 

  • Dai da Dailus
Assistente Dai da Dailus - Foto: Divulgação
Assistente Dai da Dailus – Foto: Divulgação

 

  • Bia da Bradesco
Assistente Bia da Bradesco - Foto: Divulgação
Assistente Bia da Bradesco – Foto: Divulgação

 

  • Sam da Samsung
Assistente Sam da Samsung - Foto: Divulgação
Assistente Sam da Samsung – Foto: Divulgação

 

Qual dos assistentes virtuais é o seu preferido? Conta pra gente aqui nos comentários 😉

Fonte 1

 

Quer saber mais dicas sobre o mundo dos negócios?
Então siga o WorkStars nas redes sociais LinkdIn | Instagram | Youtube | B2B para Startups

Texto de Karen Amanda Correia
LinkdIn | Instagram

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também