Reels | Arte por Moacir Alves

Reels: entenda tudo da ferramenta mais usada do Instagram

Quando o assunto são atualizações em suas redes sociais, a Meta não fica para trás. Em 2016 quando a rede social lançou os Stories – uma cópia do formato do Snapchat – deu o que falar entre os usuários da rede. Contudo, o formato deu certo e permanece até hoje, com o Reels não foi diferente.

Com o boom do TikTok, o Instagram adotou o formato para o feed e em 2019 nascia o formato Reels testado com exclusividade no Brasil, e anteriormente chamado de “Cenas”. Atualmente, a ferramenta segue sendo a principal dentro da plataforma, sendo prioridade para quem trabalha com influência e marketing digital. Vamos conhecer mais sobre o formato que leva conteúdos mais dinâmicos, divertidos e criativos ao consumidor. 

 

Instagram Reels | Meta
Instagram Reels | Meta

 

O que é o Reels? 

Os Reels, que em inglês significa “bobinas” ou “carretéis”, são vídeos curtos e verticais, que podem possuir até 60 segundos de duração. Os usuários do Instagram podem compor seus vídeos com fotos e vídeos, incluir músicas, legendas, textos, filtros, antes de publicar o conteúdo. 

Em 2021, o Instagram foi ultrapassado pelo TikTok em número de usuários e para incentivar a produção, a plataforma criou uma aba exclusiva para que as pessoas descubram conteúdos. Dessa forma, levando perfis novos aos usuários, com base nos seus interesses. Além disso, o Instagram mostra sugestões de Reels em meio ao próprio feed, mesmo que o usuário não siga o perfil que fez as publicações.

 

LEIA MAIS: Como alterar o nome de usuário no Instagram

 

Como criar vídeos criativos?

É possível gravar Reels diretamente pelo Instagram, em uma série de clipes curtos ou de uma vez só. Embora, o mais prático é gravá-los na câmera do celular e fazer somente a edição pelo Instagram.

A própria plataforma oferece diversas ferramentas para deixar seu vídeo mais dinâmico e criativo. O recurso “Remix”, por exemplo, pode ser usado para fazer duetos, imitar cenas e criar novas versões de vídeos já existentes na plataforma. Além disso, áudios virais podem potencializar a entrega do seu conteúdo, confira mais sobre no vídeo abaixo:

 

 

 

Você ainda pode adicionar narrações engraçadas usando a função Voice-over. Para produzir diferentes visuais, você pode usar os filtros da galeria do Instagram e por fim, adicionar legendas. Dessa forma, tornou seu conteúdo acessível para mais pessoas.

Os Reels são monetizados?

No fim do ano passado, foi anunciado pela Meta (antigo Facebook) que serão investidos mais de US$ 1 bilhão em programas de monetização. O programa a princípio, intitulado de “Reels Summer bonus”, se baseia em conceder aos usuários a monetização conforme a performance dos seus vídeos, ou seja,  quanto mais visualizações o vídeo tiver, mais o criador será recompensado.

Contudo, a novidade ainda não tem data para chegar ao Brasil e as informações divulgadas no site oficial indicam que trata-se de uma campanha temporária.

Dentre as funções do Instagram aguardadas para 2022, um recurso despertou o interesse dos produtores de conteúdo: a possibilidade de produzir “conteúdos VIP”. Isso porque a rede social começou a testar um modelo de assinatura que possibilita cobrar por Stories exclusivos. Enquanto essas novidades não chegam, os criadores de conteúdo têm usado parcerias com marcas como estratégia de monetização no Instagram.

 

Quer saber sobre o mundo dos negócios?
Então siga o WorkStars nas redes sociais LinkdIn | Instagram | Youtube | B2B para Startups

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também

O que é permuta?

Permuta é o ato de troca de um bem por outro, sem a necessidade de