startup

Startup brasileira lança frango vegetal para revolucionar mercado

Há alguns anos, o mercado alimentício vem adotando estratégias tecnológicas para adaptações no mercado. E facilitando ainda mais a vida do consumidor. Recentemente, uma startup brasileira deu um passo no uso da tecnologia para uma evolução no mercado alimentício. 

A Fazenda Futuro lançou o seu próprio frango à base de vegetais,  as seguem com a textura e gosto da carne animal. Com esse lançamento, a Fazenda Futuro conta com três lançamentos nesse segmento, contando carne bovina e linguiça. 

A startup pretende iniciar suas operações nos Estados Unidos em 2021. E assim, conseguir dimensionar os negócios. Atualmente, a marca está presente em outros países, como Chile, México, Uruguai, Suécia, Emirados Árabes Unidos e Holanda

Relativamente nova, a empresa lançada em abril do ano passado já contou com dois investimentos milionários. Com isso, a empresa foi avaliada em R$ 715 milhões. Portanto, uma boa margem do que pode vir a marcar o mercado americano. 

Inclusive, o cenário para empresas como a Fazendo Futuro vem ganhando cada vez mais impulso no mercado dos Estados Unidos. De acordo com dados de 2019, o mercado global de carnes vegetais foi avaliado em US$ 11,1 bilhões. Esses dados são da Polaris. Não só isso, como vem crescendo com uma taxa anual. É previsto que até 2027, seja avaliado em US$ 78,3 bilhões

Para Marcos Leta, fundador da startup, a indústria de alimentos passou por uma ruptura, igual aconteceu com o mercado financeiro e de transportes. “A ideia da Fazenda Futuro não era competir ou ser um empresa para veganos. Montamos a Fazenda Futuro precisamente para mudar a forma como o mundo come carne”, diz em entrevista ao site LABS

Startup de alimento vegetal é o futuro? 

Ainda que o indústria alimentícia vem mostrando números positivos quanto ao cenário, é discutível a questão da saúde dos alimentos. Muito pelo fato das carnes vegetais serem ainda ultraprocessadas, para conseguirem atingir a textura, gosto e conservação de uma carne animal

Na própria Fazenda Futuro, por exemplo, o hambúrguer é feito com diversos componentes. Como água, proteína texturizada de soja, proteína isolada de soja, proteína de ervilha, farinha de grão-de-bico, gordura vegetal, amido modificado, cebola, condimento preparado sabor carne. Além de sal, açúcar e beterraba em pó.

Primeiramente, há uma falta de conhecimento quanto aos alimentos plant-based (baseados em plantas). Isso porque a alimentação de produtos vegetais vale mais para quem deseja diminuir o consumo de carne. No entanto, produtos plant-based não garantem uma alimentação saudável. 

O que torna ainda mais importante maneirar no consumo e prestar ainda mais atenção nos componentes do produto. 

FONTES
1 2

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também