Facebook investirá US$ 50 milhões para construir metaverso / Alex Haney

Facebook investirá US$ 50 milhões para construir metaverso

O Facebook investirá US$ 50 milhões (próximo a R$ 270 milhões), em uma parceria para construir o chamado metaverso. Ou seja, um espaço coletivo e virtual compartilhado, constituído pela soma de “realidade virtual”, “realidade aumentada” e “Internet”. O anunciou desse investimento ocorreu na última segunda-feira, 27.

Na semana passada, Mark Zuckerberg disse ao site especializado The Verge que o metaverso é o futuro da rede social – “Minha expectativa é de que, em cerca de cinco anos, as pessoas nos vejam, antes de tudo, como uma empresa de metaverso”. Ainda de acordo com o Facebook, a quantia será usada ao longo de dois anos para criar tecnologias ‘inclusivas e empoderadoras’. Contudo, complementam que o desenvolvimento completo do seu universo virtual pode levar até uma década.

Segundo a empresa, eles planejam trabalhar com parcerias com legisladores, especialistas e acadêmicos para criar o metaverso. Com foco em quatro áreas principais: oportunidade econômica, privacidade, segurança e integridade, e equidade e inclusão.

“A fim de alcançar nossa visão de metaverso, precisamos construir o tecido que conecta os diferentes espaços digitais, para superar as limitações físicas e podermos nos deslocar entre os mesmos com a mesma facilidade que nos movemos pelos cômodos de uma casa”, explicou Zuckerberg em seu perfil no Facebook.

O Facebook ainda certifica que seu metaverso será implantado de forma ética e inclusiva. A empresa já conta com várias universidades e organizações sem fins lucrativos que representam grupos minoritários como parceiras. Sendo eles: Women In Immersive Tech, Africa No Filter, The University of Hong Kong e a Universidade Nacional de Singapura.

Por fim, a rede social afirmou que seu metaverso “não é necessariamente sobre passar mais tempo online – é sobre tornar o tempo que você passa online mais significativo”.

Quer saber mais dicas sobre o mundo dos negócios?
Então siga o WorkStars nas redes sociais LinkdIn | Instagram | Youtube | B2B para Startups

Texto de Juliana Santana
LinkdIn | Instagram | Gramofone Ativo

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também