Videogame

Conheça 5 estímulos saudáveis que o videogame oferece

Quando se fala em videogame, a primeira coisa que se pensa é sedentarismo. Pelo menos para parte da sociedade. Afinal, uma atividade em que uma pessoa passa horas sentada em frente do computador ou da televisão não pode trazer nada de positivo, né? Se você pensa dessa forma, está completamente enganado(a).

Ainda que o videogame pode não estimular uma atividade física como andar de bicicleta ou jogar basquete, por exemplo, ele oferece outros estímulos. Inclusive, estímulos também presentes nessas duas atividades citadas.

Confira 5 deles:

Trabalho em equipe

Esse estímulo é o mais óbvio de todos. Mesmo que muitos jogos trazem o conceito de individualismo, do jogador com seu personagem dentro da história, ainda assim o videogame se mostrou uma atividade sociável. Seja no mesmo ambiente ou online, jogar videogame se tornou uma atividade em grupo e não mais só individual.

E não digo só no sentido social de uma pessoa jogar e outras assistirem, como acontece no YouTube e na Twitch, mas o próprio trabalho em equipe. Games como LoL, Valorant ou Destiny, por exemplo, oferecem ao jogador a oportunidade de juntas seus amigos para formar uma equipe e, juntos, atingirem o objetivo. Atividade essa que pode também acontecer de forma online com desconhecidos e não só com pessoas próximas.

Olho de lince

Qual criança nunca escutou os pais alertarem sobre não ficar muito perto da tv ou do computador para não prejudicar a visão, não é mesmo? Porém, a regra não vale para jogos de tiro, por exemplo.

Isso porque, de acordo com uma pesquisa feita em 2019 pelo Laboratório de Percepção, Neurociências e Comportamento (LPNeC), da Universidade Federal da Paraíba, jogadores de games de ação apresentam uma visão diferente àqueles que não jogavam. No caso, os jogadores identificavam detalhes de objetos com mais facilidade. Isso dentro de diferentes ambientes e com diferenças nas condições de luz.

Outra pesquisa de 2012 reforça esse ponto. O games de ação entregam ao jogador o ambiente e características perfeitas para o aprimoramento da visão humana. Muito por conta da necessidade de campo de visão, velocidade, atenção e adrenalina.

Um videogame, dezenas de atividades

O videogame oferece universos ficcionais criativos e convidativos ao jogador. Mas outro ponto fundamental que o videogame entrega é a multitarefa.

Games como Overcooked e The Sims, por exemplo, entregam ao jogador situações em mais de uma coisa acontece ao mesmo tempo. Isso estimula ao jogador descobrir como conduzir e solucionar cada atividade de maneira rápida e ágil. O que faz com que qualquer multitarefa caseira ou do trabalho se torne só mais um level a ser enfrentado.

VR = remédio para dor

Calma, isso não significa que o videogame substitui o remédio. No entanto, já foi comprovado que games em realidade virtual podem reduzir a dor. Pelo menos é o que apontam testes realizados em diversos hospitais universitários dos Estados Unidos.

No caso, esses testes mostraram que os pacientes com dores crônicas passaram a sentir alívio quando utilizavam os óculos VR. Por fim, os resultados apresentaram números significativos, já que tratamentos não-imersivos, não traziam os mesmos resultados.

Sem violência

Sei que já estamos em pleno 2021, mas ainda é discutido sobre videogame incitar ou não a violência. E, como é sempre bom reforçar: NÃO INCITA.

Inclusive, pesquisas apontam isso. Uma de 2013 – da Associação Americana de Psicologia – por exemplo, mostrou que os games trazem não só benefícios de saúde, mas também de aprendizado. E não só de trabalho em equipe, como já apontada aqui, mas também de lógica, criatividade e agilidade.

Por fim, em 2019, a Universidade de Oxford também apresentou que não existe nada que relacione diretamente o comportamento agressivo com a prática de jogar videogame. Seja o game violento ou não.

FONTES
1 2

Quer saber mais dicas sobre o mundo dos negócios?
Então siga o WorkStars nas redes sociais LinkdIn | Instagram | Youtube | B2B para Startups

Texto de Guilherme Pin
LinkdIn | Instagram | Saiba Mais

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também