Enviar ou receber dinheiro do exterior | Arte por Moacir Alves

Enviar ou receber dinheiro do exterior, aprenda como funciona

Com as diversas possibilidades de trabalho remoto impulsionadas principalmente pela pandemia, o mercado passou a não possuir fronteiras. Conseguir um cliente no exterior não é mais algo surreal, essa possibilidade existe, mas como receber pelo serviço prestado? Fora essa possibilidade, para quem viaja com frequência para fora do país, faz investimentos, ou simplesmente possui parentes mundo afora, compreender como enviar ou receber dinheiro do exterior é importante.  

O assunto pode parecer complicado, porém, atualmente já existem até aplicativos que facilitam as transferências. Um banco convencional, por exemplo, já deixou de ser uma opção, devido às novas tecnologias. Além disso, nos últimos anos, as fintechs ganharam muito espaço, pois têm oferecido soluções voltadas às necessidades dos clientes, facilitando as transferências de recursos internacionais. 

Então, como enviar ou receber dinheiro do exterior?

Enviar ou receber dinheiro do exterior (Imagem: Jason Leung/Unsplash)

Primeiramente, é necessário entender que tanto o envio quanto o recebimento de dinheiro do exterior são considerados operações de câmbio de moedas. Então, estas atividades são fiscalizadas pelo Banco Central e reguladas pelo Conselho Monetário Internacional. O controle é feito com o intuito de evitar evasão fiscal.

Dessa forma, a legislação vigente determina que para enviar dinheiro para o exterior com valores acima de 3 mil dólares ou equivalente em outras moedas, é preciso registrar o emissor dos valores, apresentando documentação que justifique a operação. Já para valores inferiores isto é dispensado, sendo um processo mais simples, apenas de identificação do cliente.

Para receber dinheiro do exterior, os passos são: 

  • É necessário enviar os dados solicitados pelo remetente (IBAN, SWIFT ou ambos);
  • Após a transferência, que pode levar até dois dias úteis para chegar à conta da plataforma usada, você deverá informar os documentos necessários, se for preciso;
  • Em seguida, resgate o dinheiro informando à plataforma em qual conta deve ser transferido o valor — a conversão é feita nesse momento;
  • Aguarde o dinheiro cair na conta do Brasil.

Para enviar dinheiro ao exterior, os passos são: 

  • Escolha o valor; 
  • Identifique o destinatário; 
  • Envie o dinheiro.

Algumas plataformas recebem o TED no valor da remessa (com as taxas) ou emitem o boleto para cobrir a transferência. A princípio, as taxas aplicadas no envio ou recebimento de dinheiro do exterior variam entre as plataformas, algumas são gratuitas para a manutenção da conta e aplicam só uma taxa de comissão na operação.

Enviar ou receber dinheiro do exterior

Conheça algumas fintechs que prestam o serviço de enviar ou receber dinheiro do exterior:

TransferWise (Wise)

A TransferWise, atualmente conhecida somente com Wise, é uma plataforma online que permite que você receba o dinheiro em sua própria conta-corrente ou poupança. Opera no Brasil por meio de seus correspondentes locais, sendo MS Bank e Banco Rendimento, é gratuita e só aplica taxas nas transações.

Não é necessário cadastro, a transferência é feita para os parceiros locais. Pode ser uma boa opção para você receber dinheiro do exterior.

WesternUnion

Operando no Brasil desde 1997, a WesterUnion realiza envio e recebimento de dinheiro entre vários países. Assim como a opção acima, também é gratuita para se registrar. Para receber dinheiro do exterior, é preciso comparecer a uma agência da Western Union com um código de transferência (Money Transfer Control Number) e seu documento de identificação. Outra opção é receber diretamente na conta bancária. 

As tarifas variam conforme a forma de retirada, o país de origem e o valor enviado. Além disso, é possível o remetente fazer uma simulação das tarifas e taxas pelo site da empresa.

Remessa Online

A Remessa Online é uma plataforma gratuita para transferência internacional reconhecida e foi fundada, no Brasil, em 2016. A princípio, ela oferece envio do exterior de euro, dólar americano, libra, dólar canadense, dólar australiano, francos suíços e iene japonês.

Fazendo seu cadastro e informando seus dados para transferência, você receberá instruções de pagamento, que variam de acordo com o país de origem. A plataforma cobra só durante as transações: taxa de R$ 5,90 para transferências abaixo de R$ 2.500, além do custo de 1,3% sobre o valor da remessa. Na página inicial há um simulador para entender os custos da fintech.

Quando tempo demora as transições?

Geralmente, as transações podem demorar quatro dias úteis, sendo dois para o recebimento da fintech e mais dois para a conta do Brasil ou do exterior. Se o pagamento da remessa for feito via boleto, pode demorar um pouco mais.

Quer saber sobre o mundo dos negócios?
Então siga o WorkStars nas redes sociais LinkdIn | Instagram | Youtube | B2B para Startups

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também