Pedro Kranz

Entrevista: Pedro Kranz, PK | Social Media Manager do Peixe Urbano

 

Hoje mais uma entrevista muito legal com o Pedro Kranz visionário no mundo das Redes Sociais!

Fiquei muito feliz de ele ter aceitado o convite de nos ajudar aqui no site com dicas super importantes. Paulista, super criativo e competente, cuida da área de Mídias Sociais (SRM) do Peixe Urbano, Pedro Kranz Costa, mais conhecido como PK é a estrela da noite.

Talita: PK, fala um pouco da sua experiência, de como foi começar em uma startup e ela se transformar em uma empresa grande consolidada no mercado.

Pedro Kranz PK: “Pode-se dizer que “trabalho” com redes sociais há uns 6 anos… Fui convidado pelo Julio Vasconcellos (hoje CEO do Peixe) para trabalhar com ele no Facebook, o Peixe veio logo em seguida.

O Peixe Urbano foi a segunda startup em que trabalhei e até agora a mais bem sucedida. Particularmente, acho o trabalho de startup o mais legal que tem, você tem a oportunidade de fazer coisas radicalmente distintas uma das outras, trabalhar livre de burocracias e ter espaço para experimentos, o que é difícil em uma empresa consolidada.

O clima de “propriedade” que apossa todo membro de uma empresa em sua fase inicial é algo realmente animador também. É muito bom ver o seu trabalho se tornando realidade e ainda mais quando se trata de uma base do tamanho da do Peixe Urbano, quando você fala para milhões de pessoas, vê seus testes dando certo e seu trabalho e empresa sendo reconhecidos pela comunidade é uma das maiores satisfações que tem.

Quando a empresa se consolida, o trabalho fica diferente, mais específico, e claro, com maiores responsabilidades, é um outro barato que no momento estou curtindo muito!”

peTalita:  Qual sua função hoje dentro do Peixe Urbano?

Pedro Kranz PK: “Hoje sou responsável pelas redes sociais do Peixe Urbano e tudo que isso significa. A criação (e manutenção) da voz da empresa vem como fator principal, mas também temos responsabilidades de faturamento (oriundo dos engajamentos dos usuários com as redes sociais), relacionamento com parceiros, área de atendimento ao consumidor e uma parte de marketing online “clássico” – compra e otimização de anúncios -.

Também exerço (assim como a grande maioria dos funcionários do Peixe, em suas respectivas áreas) outras funções dentro da área de Marketing, desde criação a coordenação de campanhas especiais.”

Talita: Pedro Kranz, Qual a importância hoje da redes sociais nas empresas e em especial nas startups?

Pedro Kranz PK:  “Acho que a importância depende muito da empresa, do quão social é o seu negócio.

Com esse furor em cima das redes sociais, as pessoas acabam achando que existe uma obrigação do mercado em estar presente, não acho isso saudável, acho que o engajamento e a presença social depende rigorosamente do seu produto, do contrario você estará fadado ao mal uso e corre o grande risco de ter uma dor de cabeça sinistra em suas mãos (ou seria em sua cabeça?).

O mais importante é que as redes sociais são como uma potencialização do marketing de boca-a-boca, é um jeito eficaz e com custo praticamente zero (por isso a importância específica das redes em startups) de estabelecer uma relação com seu usuário, de criar uma personalidade coerente e de passar os objetivos da empresa para seja lá quem for.

Também usamos muito artifícios sociais para gerar novos acessos e facilitar o compartilhamento de uma determinada oferta (no caso específico do Peixe) para os amigos daquele usuário. “

Talita: Qual o primeiro passo que uma startup deve se preocupar ao ingressar nas redes sociais?

Pedro Kranz PK: “A primeira coisa (é meio obvio mas não custa nada dizer né?) antes mesmo de ter um CNPJ é pegar as contas de Twitter, Instagram, Pinterest, Facebook, Youtube etc, Com o nome da sua empresa.

A segunda é estabelecer exatamente seus objetivos com essa ação: você quer ROI de vendas? Quer usar para gerar lead? É branding/awareness puro? É para atendimento? Eu aconselho sempre as empresas a visualizar uma dessas, ou mais, opções para não começar a fazer post correndo e depois ficar sem metrificar seus resultados.

Depois de ter estabelecido o objetivo, estabeleça métricas de análise (KPI’s) para saber se suas iniciativas estão dando proveito. Ex: se for vendas, crie já um flow no seu analytics para medir, se for para gerar lead, estabeleça uma meta semanal (até para poder organizar método), se for branding vem aquele trabalho típico de agência pensar no Quem somos nós? Como falamos? etc…

Se estamos falando de atendimento, crie um método, uma voz e mais uma vez metas. Isso parece muito obvio, mas com redes sociais os testes são imediatos, com 1 post vc é capaz de saber se foi efetivo ou não minutos depois. Então estabelecer isso tudo e olhar atentamente as KPI’s é fundamental.”

Talita: Pedro Kranz, Qual o maior erro das pessoas com relação as redes sociais?

Pedro Kranz PK:  “Falar demais. Não medir, deslumbramento e pressa. Não é um negocio dificil, é tino, é intuição e análise pura, com o tempo você pega. Criação de comunidade não vem de um dia para o outro, se você for fazendo aos poucos você colherá os resultados, espere e vá medindo tudo. “

Dicas SUPER valiosas…

Linkedin do PK: br.linkedin.com/in/pedrokcosta

Espero que vocês tenham gostado porque eu AMEI 🙂

Talita Lombardi

https://www.instagram.com/talitalombardi/

WorkStars no Youtube 

Compartilhe

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também