Como ganhar dinheiro com o universo geek?

O universo geek pode ser muito divertido e gerar entretenimento praticamente infinito. Mas se você quer parar de consumir conteúdo e começar a ganhar dinheiro, esse post é pra você!

 

Cultura geek dá dinheiro?

Antes de mais nada, vale entender se esse nicho é realmente rentável. Vamos a alguns dados:

O universo de cultura geek movimenta cerca R$ 18 bilhões ao ano. Ainda assim, esse ainda é um número pequeno frente ao potencial do segmento, segundo a ABRAL (Associação Brasileira de Licenciamento).

Em 2019, a CCXP (Comic Con Experience, evento brasileiro de cultura pop) gerou 11 mil empregos. No total foram R$ 265 milhões na economia de São Paulo e atraiu aproximadamente 280 mil pessoas.

Inclusive, segundo o levantamento Geek Power feito pela Omelete Company, 91% dos geeks optam por compras online. Já em relação ao perfil do consumidor geek, o geek brasileiro é em sua maioria composto por homens (63%), na faixa dos 25 a 35 anos (40%) estão entre 25 e 35 anos, solteiros (72%) e pertencem às classes A e B (42%).

 

LEIA MAIS: Franquia: O que é e quais as mais baratas do mercado?
LEIA MAIS: 5 apps para quem quer ser sustentável

 

O que vender para ganhar dinheiro?

O mundo geek tem muitas opções para quem quer ganhar dinheiro. Isso significa que você pode abrir uma loja própria, franquia ou até mesmo fazer parte de um marketplace. Além disso, até mesmo quem trabalha com artesanato pode aproveitar esse nicho. Em outras palavras, é só começar!

Ou seja, as principais opções são:

Roupas (adultos, infantis e para pets)
Quadros de personagens
CDs, DVDs e Blu-rays
Histórias em quadrinhos
Canecas
Lives de games
Comidas com tema nerd
Aluguel de casa temática
Revenda de produtos importados

Fonte 1

Quer saber mais dicas sobre o mundo dos negócios?
Então siga o WorkStars nas redes sociais LinkdIn | Instagram | Youtube | B2B para Startups

Texto de Gabriela Leão
LinkdIn | Instagram | Saiba Mais

 

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também